Na obra Managing Essencial, Henry Mintzberg aborda com propriedade os desafios da gestão, trazendo algumas reflexões importantes.  A primeira delas é que grande parte dos executivos se torna gestor, sem, contudo, estar preparado para isto.  O autor entende que atualmente existem muitos líderes, mas nem tantos gestores.  A gestão pressupõe uma combinação entre conhecimento, ciência, experiência prática, características pessoais e contexto vivenciado. O gerente eficaz é aquele capaz de atingir os resultados desejados pela organização, em um trabalho que nunca termina, pois não há um marco formal deste processo.  Ele utiliza as informações disponíveis para fazer com que as pessoas executem as ações necessárias.  ÉLeia mais

Em nossas organizações, bem como nas escolas, universidades e na vida como um todo, as pessoas foram incentivadas ao individualismo. Inseridas numa cultura de competição, de ganha-perde, de ter que ser o melhor e mostrar resultados conquistados por suas competências pessoais. Especialistas indicam que apesar do valor que o mercado atribui às competências individuais,  o futuro pertence às organizações que incentivam o trabalho em equipe, com pessoas que compartilham os mesmos objetivos. Acenam ainda, para uma mudança de cultura, ou seja, a cultura da cooperação, da interdependência, do engajamento e do ganha-ganha. No trabalho em equipe, o incentivo será para que os profissionais possam unirLeia mais

Acuracidade nada mais é do que ter precisão, exatidão de informações. Ter um estoque acurado significa que a empresa realmente tem fisicamente os mesmos itens que constam no seu sistema de gestão (ERP). Parece algo simples para uma grande empresa, visto o aparato tecnológico que as organizações possuem, mas na verdade, não é algo fácil de ser mantido se consideramos a velocidade do dia a dia. Os dias passam e sem que percebamos a falta de confiança nas informações só aumenta e consequentemente vira um ciclo de “bola de neve”.  O cenário piora com a passagem do tempo. Um fato isolado, que parece inofensivo noLeia mais

  No mundo dos negócios a regra básica é VENCER. Mudar as regras, para Peter Diamandis, em tempos de Mudanças Exponenciais, significa reconfigurar o seu próprio modelo de gestão e/ou estratégica a favor do negócio. Sair da zona de conforto e rever rotas é, acima de tudo, uma prática de humildade e inteligência. Vencer ou vencer! Não há outro resultado a se obter. Venha conosco por esta brilhante série de publicações, inspiradas nas citações de Peter Diamandis. Curta, comente e compartilhe!Leia mais

  A Quarta Revolução Industrial está acontecendo. Na primeira foi o motor a vapor, depois vieram a eletricidade e a produção em massa, e na terceira revolução foram os microprocessadores e a computação. Agora é a vez da Internet das Coisas, da impressão 3D, da engenharia genética, da inteligência artificial, dos veículos autônomos, da robótica e das máquinas que aprendem. Juntas estas tecnologias prometem mudar nossas vidas. Segundo Klaus Schwab, fundador do Fórum Econômico Mundial, o que caracteriza essa nova revolução é justamente a fusão dessas tecnologias, e nesse contexto a quarta revolução difere das anteriores em pelo menos 3 aspectos: Velocidade – ao contrárioLeia mais

A força das mudanças desestruturaram modelos tradicionais de gestão. Aperfeiçoar aquilo que deve deixar de existir? Ou encarar de frente às necessidades, partindo para a transformação? Em tempos de mudanças exponenciais são necessários novos modelos mentais para alinhar o negócio ao futuro. Venha conosco por esta brilhante série de publicações, inspiradas nas citações de Peter Diamandis. Curta, comente e compartilhe!Leia mais

É verdadeira a assertiva de que “quem olha para todos os pontos, não enxerga detalhe algum”, e neste contexto é que surge a necessidade de priorizar o foco no que realmente faz a diferença: o seu negócio. Esta necessidade de direcionar o foco apenas para o seu negócio tem feito com que muitas destas organizações adotem a solução comumente denominada BPO. BPO é a sigla para a expressão inglesa Business Process Outsourcing. Pode ser entendido como a terceirização – com uso intenso da Tecnologia da Informação – de processos internos, que embora fundamentais para a gestão, normalmente não estão ligados ao core business da empresa.Leia mais

Se ter um produto concebido de acordo com a demanda de mercado, posicionamento claro e preço certo são fatores importantes para o sucesso do negócio, experimente não utilizar o canal de vendas adequado…de nada vai adiantar as etapas anteriores. Duas perguntas devem nortear a sua empresa quando for definir um canal de vendas: “Qual será o propósito deste canal? ” e “Qual é a realidade atual da companhia?”. Se a sua marca é bem consolidada e o cliente já busca o seu produto, o canal de vendas será o meio de expandir sua distribuição. Porém, se sua marca é desconhecida ou o seu produto éLeia mais