Dica de leitura – Elástico

Dica de Leitura – Elástico. Por Ana Maria Bortolon

No livro Elástico, Leonard Mlodinow começa explicando sobre como as mudanças no mundo moldaram o nosso cérebro. Na época da última grande mudança climática por exemplo, sobreviveram os nossos ancestrais que mais estavam dispostos a pensar fora da caixa, e conforme o autor, essa mesma habilidade de “pensar diferente” salvou nossa espécie no passado e atualmente, é uma característica pessoal que pode te destacar num mundo de tantas mudanças.


Para embasar essa afirmação Mlodinow apresenta várias teorias e dentre elas, a que mais aprecio desbanca a afirmação de que nós não gostamos de mudança. O autor cita uma edição da revista Harvard Business Review que tinha como título de um artigo “Porque é tão difícil mudar?”. Não. Na verdade, não é. É difícil mudar quando a gente sabe que a mudança vai nos exigir mais e que será pior para a gente, mas quando a mudança é para algo melhor, dificilmente alguém reclama.


Em seguida, o livro Elástico traz referências e nos faz compreender como o nosso cérebro funciona, de um lado sendo mais racional e analítico e no outro mais criativo.


Um capítulo bem interessante é quando o autor usa partes do livro Subliminar (escrito pelo mesmo autor) para explicar como nós pensamos mesmo quando não estamos pensando. Confuso? Nem tanto!
Ele relata por exemplo, que o pensamento flexível não consiste numa sequência de pensamentos lineares, eles parecem surgir do nada, mas vêm da mente inconsciente. O surpreendente é que nossa mente divagadora fica pensando em soluções para nossos problemas mesmo quando nossa mente consciente já fracassou.
Muitas vezes esse processo acontece quando estamos relaxados e não estamos focando nossa atenção no problema. Esse processo é chamado de modo default. Temos mania de ficar fazendo algo o tempo todo, agindo no piloto automático e nos privamos de tempo ocioso, sendo, portanto, uma privação do tempo em que o cérebro tem potencial para pensar em alternativas menos ortodoxas.


Depois de abordar a respeito de como o cérebro funciona e dos benefícios do pensamento flexível, o livro Elástico sugere o que devemos fazer para não ficarmos presos aos velhos padrões e isso, segundo o autor, é o maior problema. A dificuldade não está em criar novas ideias, mas em fugir das velhas ideias, que se ramificam em todos os recônditos da nossa mente.
Um caminho para transpor essa dificuldade é produzir ideias de forma massiva e num primeiro instante não julgarmos a qualidade dessas ideias! Num segundo momento descarta-se as ruins. Outras dicas do autor para que sejamos mais criativos e pensemos fora da caixa incluem a força de vontade, a necessidade e os SENTIMENTOS POSITIVOS! Sim, pessoas mais bem-humoradas, que buscam emoções positivas, tendem a ter pensamentos mais flexíveis.


O estudo apresentado no livro deixa claro que cultivar emoções positivas faz com que tenhamos uma atitude mental mais criativa, compreensiva, tolerante e flexível, permitindo uma abertura para o novo e a experimentação.

Sobre o Livro
Elástico é um daqueles livros que você quer sair sublinhando tudo!!! Apesar do subtítulo “como o pensamento flexível pode mudar nossas vidas”, não espere um livro motivacional. Ele provavelmente vai te inspirar a mudar, mas com base em muitas pesquisas e ciência e não com frases de efeito.

Sobre o autor

Leonard Mlodinow é pesquisador e doutor em física pela Universidade da Califórnia. Ajudou a escrever séries de TV que envolviam ciência, como Jornada nas Estrelas, e criou jogos premiados com Steven Spielberg. Trabalhou ainda como assistente do Stephen Hawking e é autor de outros dois best-sellers, O Andar do Bêbado e Subliminar.

Assista abaixo um vídeo onde Leonard fala sobre o livro Elástico.

 

Esta dica de leitura foi escrita por Evandro Gargioni, consultor e integrante do grupo de leitura da Otimiza Consultoria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*